viernes, 6 de julio de 2007

"El héroe".

A pesar de su sencillez, este cortometraje me dejó marcado desde la primera vez que lo vi. Tenía entonces yo como 16 años. Vean cómo sigue teniendo vigencia: ¡es un retrato fiel de las cosas que se ven en el Metro de la Ciudad de México!


2 comentarios:

Castro D dijo...

Gostei... A representação do herói que há em cada um de nós é sempre ensombrada pela indiferença do mundo que nos rodeia...

Pseudónimo: Umar Ibn Faustus. dijo...

É isso aí. Essa indiferença externa já esmagou tanto bem dentro de cada um de nós. Mas a gente deve continuar a resistir, pois ainda teremos muita coisa feia que aturar.

Muito obrigado pelo seu comentário.